DICAS

Transporte de Animais

A empresa só transporta animais domésticos, cães e gatos, que por sua espécie, tamanho, ferocidade, peçonha ou saúde, não comprometa o conforto e a segurança do veículo, de seus ocupantes ou de terceiros e que atendam as seguintes condições:

 

1. A empresa somente transporta animais em suas linhas Rodoviárias, assim o transporte de animais nas linhas de caráter suburbano não é permitido.

 

2. O animal doméstico deverá ser de pequeno porte, que possua no máximo 10 kg (quilogramas), com exceção do cão guia que acompanha o deficiente visual, sendo imprescindível a apresentação da carteira de vacinação do animal em dia, em especial a vacina anti-rábica e polivalente;

 

3. O passageiro responsável pelo animal deverá apresentar o atestado sanitário do mesmo, firmado por médico veterinário devidamente inscrito no Conselho Federal de Medicina Veterinária atestando as boas condições de saúde do animal, emitido em no máximo 3 (três) dias antes da viagem;

 

4. O animal deve ser transportado e acondicionado em recipiente apropriado para tal, em contêiner de fibra, vidro, ou material resistente, sem protuberâncias, à prova de vazamentos, respeitando o tamanho máximo de 41x36x33 cm (CxLxA) isento de dejetos, água e alimentos, obrigatoriamente ao lado do proprietário responsável pelo animal;

 

5. O animal deverá ser transportado de modo que assegure a sua segurança, higiene e conforto sem que resulte no prejuízo a segurança, conforto e tranqüilidade dos passageiros, ressaltando que não cabe a empresa (transportadora) qualquer responsabilidade pela integridade física do animal no período do transporte, ficando a cargo do proprietário responsável pelo animal durante o trajeto, nos pontos de parada, providenciar a higienização do recipiente e alimentação do mesmo;

 

6. Será cobrada tarifa regular da linha, pelo assento utilizado pelo animal, sendo que o proprietário responsável pelo mesmo deverá adquirir obrigatoriamente as duas poltronas juntas, ressaltando que quando se tratar de cão guia a cobrança de tarifa é vedada, vez que este detém isenção no transporte;

 

7. O animal deverá ser transportado sempre dentro do recipiente e em hipótese alguma deverá ser transportado no assento da poltrona, no corredor ou no bagageiro do ônibus, o mesmo deverá ser transportado junto ao piso, restrito ao espaço físico da poltrona adquirida pelo proprietário responsável pelo animal e, se possível, sedado.

 

8.  Fica limitado a 02 (dois) o número de animais a serem transportados por viagem.

 

9. Mesmo com todos os documentos em dia e a autorização da empresa, o animal só embarcará com a concordância de todos os passageiros, cabendo ao passageiro responsável pelo animal a sua destinação, sem ônus para a empresa transportadora.